Escritos de Lilia Monteiro

Blog

Escritos

O que realmente importa?

A vida é apaixonante, diversa, contraditória…

Nossa luta será sempre em busca de algo novo, de algo sensacional que nos aconteça, e da felicidade. Não há mal algum nisso, mas você já se perguntou por que realmente viemos ao mundo e por que as coisas acontecem de maneiras tão diversas aos nossos desejos?

Por que desejamos a eternidade e por que nunca estamos preparados para perder alguém?

Por que nunca estamos totalmente felizes?

Por que precisamos da aprovação e aceitação dos nossos pares?

São perguntas sem respostas, e que nos fazem refletir sobre o nosso lugar no mundo e o que fazemos da nossa vida quando deixamos de vivê-la em sua plenitude ao invés de nos importarmos com o modo como as pessoas nos veem.

Comecemos por tomar consciência de que as “coisas” que adquirimos, muitas vezes sem necessidade, são superficiais, efêmeras e não privilegiam a nossa essência.

Que o mundo é realmente contraditório e a indiferença se faz presente, mas ao mesmo tempo é repleto de pessoas com muito desprendimento, amor e compaixão pelo próximo.

Estamos aqui de passagem e nesse breve momento, torna-se necessário que consigamos estar em harmonia com tudo ao nosso redor. Provavelmente não alcançaremos o máximo que desejamos, mas podemos perpetuar o que fizermos de melhor para o bem de tantos.

Basta estar atento às pessoas que nos cercam e que carecem desse olhar afetuoso, ou de um gesto solidário, da nossa compaixão e da nossa escuta apaixonada.

Todos buscamos uma vida perfeita, mas o que de verdade nos torna plenos é o que fazemos para proporcionar o bem às pessoas, é a nossa paz e a nossa sintonia com a beleza do universo.

A isso damos o nome de felicidade!

Escritos

Quem dera…

Quem dera um dia existisse mesmo um gênio da lâmpada para que pudéssemos realizar três desejos. Os meus seriam: Que todas as doenças incuráveis tivessem cura ou nem existissem. Que todas as pessoas, principalmente crianças e idosos, recebessem muito amor e atenção. Que todas as dores do mundo acabassem.

Quem dera um dia…

Escritos

Agradecer é preciso…

Eu tive uma professora na graduação que dizia: “escrever dói”. E doeu quando eu precisei fazer meu TCC. Doeu mais ainda quando eu escrevi minha dissertação de mestrado.

Escrever os Diários de um Baby, cujo protagonista, além de ser fruto de um lindo amor, é pura luz, foi, de certa forma, uma redenção. Com a escrita dos Diários eu consegui enfrentar dias muito difíceis. Ganhei ânimo e força para auxiliar minha filha e genro, os quais, ao mesmo tempo, me ensinavam tanto. Escrevendo os Diários eu senti e confirmei a grande e maravilhosa força do amor e como devemos ser gratos por tudo.

Dito isto, quero agradecer às pessoas que me incentivaram a publicar os Diários e elas sabem o quanto sou grata!

Agradecer pela filha e genro que Deus me concedeu e a eles, meu amor eterno!

Agradecer especialmente ao meu neto Luke, por ser inspiração e amor para tantas pessoas.

Luke! Vovó ama muito você!

#golukewygand

#diariosdeumbaby

Escritos

Um lugar especial

Hoje eu preciso falar de um lugar…

Um lugar especial, assim como o nome que ele carrega.

Um lugar tão repleto de energia do bem que você não se contenta em ficar apenas alguns minutos.

Lá, você consegue expirar, inspirar e respirar amor. E você pode agradecer, mais uma vez, por tudo na sua vida, por todas as coisas que Deus coloca a sua frente, inclusive esse lugar.

Lá, você sente a presença de Deus em cada pedacinho, em cada sorriso, e tem certeza de que Ele está por ali, em algum cantinho também sorrindo.

Você chega e logo é atingido por um, dois ou mais, abraços apertados, e sorrisos dos melhores que você poderia almejar. Nesse lugar, se você tem dificuldades, tristezas, angústias, elas vão embora rapidinho, pelo menos enquanto você está lá.

Você olha em volta e só vê pessoas diferentes, assim como todos nós, e cheias de sonhos.

Não precisa muito para você se enturmar e sair sorrindo, porque o lugar te faz bem e você pode até chamar de seu.

Esse lugar se chama Cafeteria Especial

Um lugar que me faz bem!!

Um lugar que vai te fazer bem!!

Escritos

Minha mãe ❤️

Imagino que o percurso de muitas mães tenha sido muito difícil, assim como o da minha mãe e é dela que vou falar hoje.

Não consigo apagar da minha memória alguns momentos chorosos e o porquê deles, até que um dia entendi que desde pequena, a vida da minha mãe fora difícil.

Minha mãe teve sua segunda filha e a perdeu ainda pequena. Sua terceira filha seria uma bebê nascida de outro ventre e com uma saúde frágil. Muitos anos depois reencontrou sua primeira filha, a quem nunca deixou de procurar, que fora doada para outra familia pela minha avó, mãe dela.

Minha mãe era dessas pessoas que não desistia de fazer o que precisava ser feito, mesmo sendo difícil para ela, e com uma enorme dose de responsabilidade, habilidade e muito amor (Qualquer semelhança com a minha filha Carol, não pode ser mera coincidência).

Para minha mãe não existia tempo ruim, e apesar do coração sofrer por vários motivos, ela não desistia.

A luta de uma analfabeta que conseguira seguir a vida, mesmo com tantas adversidades, e chegar ao tão sonhado curso de auxiliar de enfermagem, (a despeito de tudo e de todos) alcançando a tão sonhada profissão.

Mamãe sempre foi muito exigente com tudo, mas também muito carinhosa.

Eu cresci com o exemplo de uma mulher que me ensinou o quanto podemos fazer se perseverarmos.

Lembro-me de como ela sonhava com a minha formatura e senti muito por ela não estar presente, mas tive certeza de que seu espírito estava naquela colação.

Minha mãe estava sempre pronta quando eu precisava, mesmo morando distante, e bastava um telefonema para que tudo ficasse bem. Ela sempre foi a minha fortaleza, o amparo nas horas difíceis, aconchego para as lágrimas e alegria sem tamanho nas minhas conquistas. A minha vida, de certa forma, perdeu um pouco do brilho quando ela se foi, porque absolutamente nada, nem ninguém, substitui esse amor e nos faz brilhar tanto quanto a nossa mãe.

Ela não pode me consolar quando veio a separação. Não conheceu os bisnetos, mas tenho certeza de que ela os amaria tanto quanto amava os netos.

Posso dizer, sem nenhuma dúvida, de que o muito que sou, devo a minha mãe!

Minha homenagem a essa mulher incrível que me permitiu ter uma vida, podendo comemorar com tantas outras mães guerreiras, batalhadoras, incansáveis, como ela e a minha filha, esse grande prazer de ser MÃE!

Mães, merecemos parabéns todos os dias, mas o dia reservado só para nós, é o mais especial deles!!

Feliz Dia das Mães!!!

Escritos

Faça

Fale menos. Aja mais.

Cuide de você. Cuide de mim. Cuide de nós. Ache espaço para cuidar de alguém próximo. Deixe-se ajudar. Afinal, todos precisamos uns dos outros.

Você tem um propósito para estar aqui. Deixe de bobagem. Perdoe. Perdoe de novo. Perdoe-se.

Faça o bem e não olhe para trás. Em algum momento, o bem que você faz, retorna pra você.

Ame!

Escritos

Contemple

Contemplar as belezas do universo e amar incondicionalmente, entendendo que a vida é um sopro e que a felicidade se resume em “desejar” fazer o bem, significa dizer que a nossa passagem por esse mundo não será em vão.

Faça o bem!

Contemple!

Ame!

Escritos

Cartinha de Natal

Papai Noel!!!

Eu acredito que você existe. Tenho certeza de que você tem uma conexão com Deus.

Sei que as cartinhas das crianças, e dos adultos também, quase sempre são atendidas.

Não quero ser egoísta com meu pedido de natal, já um pouco atrasado.

Eu sei que você sabe qual é o meu desejo e que ele é mais difícil de ser concretizado. Mas…

É tempo de Natal!

É tempo de milagres e esse (tempo) não termina nunca!

Obrigada!

Escritos

Espelho

Quando você olha no espelho, reconhece que o tempo está fluindo mais depressa do que gostaria e que as marcas da sua existência estão ali, implacáveis e inevitáveis.

Entende que envelhecer é um acontecimento a ser comemorado, mesmo com todas as dificuldades que acarreta, denotando muita sabedoria.

Lembra-se do quanto chorou em momentos difíceis, mas o quanto também vibrou em outros tantos, como quando encontrou o amor da sua vida.

Consegue ver os filhos criando asas para o mundo e como isso é libertador.

Percebe que o simples fato de ver os netos chegarem e crescerem na velocidade da luz, fazem de você a pessoa mais feliz do mundo.

Fica feliz com a própria existência e constata que ela tem valido a pena pelos muitos amigos conquistados e que te querem bem.

Agradece pela vida porque apesar de ter errado no meio do caminho, você também acertou e não mudaria nada – inclusive o espelho – dessa grande historia que você ainda consegue contar.

Olha para frente, e recorda-se, sem nenhuma saudade, das inúmeras vezes que pensou em desistir. Pensa no livre arbítrio que é permitido a você , e confirma que ele é o responsável pelo seu amadurecimento.

E nesta caminhada, você sabe que ainda há tempo para aproveitar. Então, parafraseando o poeta, você entende que o melhor é “viver o que há pra viver, e se permitir”.

Escritos

Joker

Sobre o filme “Coringa”

Pode conter spoiler

Quantos de nós não nos sentimos como o Coringa? Sozinhos e sem rumo?

O filme remete a uma reflexão da solidão do mundo, mesmo com as redes sociais (que na época retratada no filme não existiam) e em função dela. E da nossa própria solidão.

Fala de amor (quando vemos como Arthur trata a mãe no ínício) e da falta dele quando, já Coringa, descobre a negligência durante a infância.

Dá indicativos da importância da família em todos os momentos da nossa vida, principalmente na infância, e para sempre.

O filme nos incomoda porque é a expressão de uma realidade mundo afora. Nos incomoda pela falta de sensibilidade e consideração com o outro.

O filme é doído, violento, assim como o mundo tem se mostrado.

O filme mostra que a intolerância, a falta de amor e de atenção podem ser cruéis.